nota de q00 euros

Vale a pena começar a investir com apenas 100€?

Investir é para todos, não importa o montante que tenha disponível. Vale a pena começar a investir com apenas 100€? Sim!!


Um dos leitores deste blog (taofinance.pt) perguntou-me se deveria começar a investir com montantes reduzidos, por exemplo 100€. Esta é uma pergunta muito comum mas ainda assim demasiado importante para ser respondida levianamente.

De forma geral, investir é uma excelente prática mas é importante realçar que nem todos os investimentos nos convém e, como tal, é necessário posicionarmo-nos adequadamente.

Qual o seu perfil de risco?

Analisar o seu perfil de risco enquanto investidor é fundamental quer tenha 100€ ou 1 milhão de euros para investir.

O meu conselho é que nunca invista em produtos financeiros de elevado risco se não tolera uma potencial perda do capital investido, parcial ou total. Se é avesso ao risco, invista apenas em produtos de capital garantido tais como depósitos bancários, certificados de aforro e outros produtos similares.


Reduzindo o risco, reduz a probabilidade de ganhar mas também a de ter insónias e muitas noites mal dormidas.

Quando evitar investir montantes reduzidos?

Vimos acima que o seu perfil de risco limita as suas opções de investimento pois uma maior aversão ao risco, elimina todos os investimentos com os quais não se sente confortável.

Infelizmente, há outros factores que limitam as nossas opções, e claramente, o montante investido é um desses. Eu próprio, estive muitos anos sem investidor em outros mercados porque as comissões eram tão elevadas que se eu comprasse e vendesse pelo mesmo preço, ainda assim perderia mais de 20%.

Mas vamos voltar aos 100€ e imaginemos que tem um perfil de risco agressivo, não necessita do seu dinheiro nos próximos anos e sabe que o valor do investimento pode cair a qualquer momento. Digamos que analisou o mercado português e decidiu investir na REN (Não é recomendação de compra)

A REN está hoje a 2.34€ e tem pago um dividendo anual de 0.17€. Assumindo que continuará a pagar o mesmo dividendo no próximo ano, garante-lhe um rendimeno em dividendos de cerca de 7.3% antes de imposto. Saiba tudo sobre como investir em dividendos.


Como calcular o lucro de um investimento em bolsa?

Vamos ainda supor que investe hoje 40 ações por um valor total de 93.6€ e que afortunadamente, as ações valeriam 50% a mais daqui a um ano. Será que mesmo assim compensaria investir? Bem, depende essencialmente das despesas e comissões do seu banco ou corretora. 

Análise de potenciais lucros

  • Mais valias de 50%: 93.6€ x 50% = 46.8€
  • Dividendos:  0.17€ por ação = 0.17€x40 = 6.80€

Os lucros parecem animadores. Com menos de 100€ investidos, conseguimos obter 53.6€ antes de impostos, o que corresponde a 57.26% brutos.

Despesas e taxas de corretagem

Tomando o preçário da corretora Big como exemplo, vamos ver se ainda assim compensa. Por cada transação de compra ou venda, pagaria 6.95€. Além disso, teria ainda de pagar a custódia de títulos trimestral no valor de 7.38€ + 2% (mínimo 2.5%) sobre o valor dos dividendos.

  • Despesas de compra: 6.95€
  • Custódia de títulos: 7.38€ x 4 = 29.52€
  • Despesas sobre pagamento dividendos: 2.5€

Dos 53.6€ de lucro bruto, 38.97€ vão para a corretora e ainda não tirámos o dinheiro para impostos. Já podemos ver que a corretora é neste caso a grande vencedora. 

Impostos

Considerando 28% de IRS, sendo este o valor máximo que poderá ter de pagar, teriamos de descontar mais 15€ (53.6€ x 28%)

Rentabilidade do investimento

Então que dinheiro temos ao final do ano com 50% valorização e dividendos de +7% brutos? Montante inicial de 100€ + Mais valias de 46.8€ + Dividendos de 6.8€ – despesas corretora (38.97) – impostos de 15€ = 99.69€

Investiu 100€, ganhou 50% em mais valias e mais 7% em dividendos e tem menos dinheiro no final de um ano do que quando começou.

Este exercício serve para mostrar que mesmo com condições excelentes (mais valias e dividendos), há investimentos que devem ser deixados para fazer quando tiver um montante elevado ou despesas e taxas de corretagem muito menores. Por exemplo, se investisse através da DeGiro, teria um lucro de 37€. Saiba mais sobre a DeGiro aqui.

Há investimentos que devem ser deixados para fazer quando tiver um montante elevado ou despesas e taxas de corretagem muito menores

Outro benefício do exercício acima foi o de decompor as várias componentes de lucro e despesa de forma estruturada para que possa aplicar a mesma fórmula a outros investimentos que esteja a ponderar.

Porque deve investir 100€ ou menos ainda?

Creio que o mais importante em investir montantes reduzidos é o de fomentar a poupança e acumulação, enraizando o hábito de poupar. Hoje são 100€, no próximo mês podem ser mais 100€ e brevemente já tem 1000€.

Tenha em mente que o que investir deverá continuará a crescer (atenção ao tipo de investimento) e que brevemente começará a trabalhar para si, gerando-lhe rendimento mesmo quando está a dormir.

Se é verdade que começar com 100€ pode não compensar para diversos produtos financeiros, há muitos outros que não têm quaisquer despesas. Fale com o seu banco e analise as melhores opções para si.

Bons investimentos!

Site Footer

Sliding Sidebar

Acerca de mim

Acerca de mim

Olá, chamo-me Sergio e sou apaixonado por finanças pessoais e independência financeira. Sou licenciado em Engenharia Informática e apesar do meu fascínio por finanças pessoais, não tenho formação oficial para lhe recomendar estratégias ou produtos de investimento. Analise de forma critica e construtiva o que escrevo e utilize o seu bom senso. Acima de tudo, seja 100% responsável pelas suas ações. Como dizia o Bruce Lee, "aproveite o que lhe é útil e rejeite o que não é". Dito isto, espero que juntos possamos traçar metas e definir objetivos para nos tornarmos financeiramente livres. Obrigado por me acompanhar.